Estratégias para atividades presenciais em educação profissional técnica a distância: um estudo de caso*

Marilia Ribeiro Sales Cadena, Jorge Luiz Silva Hermenegildo

Resumo


O artigo apresenta resultado de pesquisa cujo objetivo foi analisar estratégias para a realização de aulas presenciais na oferta de cursos da Educação Profissional Técnica (EPT) na modalidade a distância por meio de um estudo de caso. Enviaram-se questionários estruturados e on-line para 50 professores formadores que atuaram no semestre letivo de 2013 no Núcleo em Educação a Distância do Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas (NEaD/Codai), vinculado à Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Nesses questionários constavam questões visando obter informações sobre estratégias para Educação a Distância em Educação Profissional Técnica, estrutura necessária para sua realização e principais dificuldades. Analisaram-se qualitativamente e quantitativamente os dados obtidos, por meio de estatística descritiva. Pôde-se concluir que o Núcleo em Educação a Distância da referida instituição atende à legislação vigente, sendo os encontros presenciais realizados para avaliações de estudantes, atividades relacionadas a laboratórios de ensino, visitas técnicas e aulas expositivas presenciais. As principais estratégias usadas pelos professores são: contextualização com a prática da profissão; promoção do diálogo; uso de vídeos; e consideração das vivências e experiências anteriores dos estudantes...

Palavras-chave


Educação a Distância; Atividades presenciais; Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


EntreVer, ISSN 2237-6674, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.