Competitividade empresarial em clusters: uma análise bibliométrica da produção internacional

Claudio Alcides Jacoski, Caroline Dallacorte, Rodrigo Barichello, Moacir Francisco Deimling

Resumo


A busca das organizações para tornarem-se cada vez mais competitivas provoca uma necessidade de desenvolvimento de novos métodos e estratégias que auxiliem ao enfrentamento das condições apresentadas pelo cenário atual global. A participação em aglomerados, como os clusters, torna-se uma saída interessante principalmente para empresas de pequeno e médio porte. Esta condição possibilita um aumento de competitividade devido a cooperação existente entre as empresas, que disputam o mesmo mercado porém compartilham de processos como formação de consórcio de exportação, compartilhamento de fretes e tratamento de matéria prima, colaborando assim para uma maior produtividade, gerando assim efeitos positivos. Esta pesquisa teve como objetivo realizar uma análise bibliométrica sobre competitividade empresarial em clusters em artigos publicados nas bases: Science Direct, Scopus e Web of Knowledge entre os anos de 2005 a 2012 através de uma pesquisa descritiva, bibliográfica e de abordagem quantitativa. Realizou-se a análise dos dados com o auxílio de software para análise de redes sociais. O trabalho apresenta resultados a serem considerados, como uma evolução na concentração de estudos mais evidente nos últimos anos, além de orientar os aspectos metodológicos que mais vem sendo empregados, como a predominância de pesquisa exploratória, procedimento de estudo e caso e abordagem quantitativa.


Palavras-chave


competitividade empresarial, cluster, estudos bibliométricos

Texto completo:

PDF/A

Referências


BERGMAN, E.M.; FESER, E.J. Industrial and regional clusters: concepts and comparative applications. The Web Book of Regional Science. 1999. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2012.

BORGATTI, S.P.; EVERETT, M.G.; FREEMAN, L.C. Ucinet for Windows: Software for Social Network Analysis. Analytic Technologies. Harvard, MA. 2002.

BORGMAN, C. Scholarly communication and bibliometrics. London: Sage, 1990.

BORGMAN, C.; FURNER J. Scholarly communication and bibliometrics. Annual Review of Information Science and Technology, pp.3-72, 2002.

DAIM, T.U.; PLOYKITIKOON, P.; KENNEDY, E; CHOOTHIAN, W. Forecasting the future of data storage: case of hard disk drive and flash memory. Emerald Group Publishing Limited, 2008.

DIODATO, V. Dictionary of bibliometrics. New York: Haworth Press, 1994.

EUROPEAN MANAGEMENT FORUM. Report on Industrial Competitiveness. EMF, Switzerland, 1984

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4 ed. São Paulo: Atlas, 1994. 207p.

GOLDSTEIN & TOLEDO, G. L. In: BOAVENTURA, J. M. G. (Coord.) Orientação estratégica em clusters industriais. Rede de Negócios Tópicos em Estratégias. São Paulo: Saint Paul, 2006.

HARRIS, L.C.; OGBONNA, E. Competitive advantage in the UK food retailing sector: past, present and future. Journal of Retailing and Consumer Services, v8, pp. 157-173, 2001.

HSMSO. Report from the Select Committee of the House of Lords on Overseas Trade. The Aldington Report, London, 1985.

KRUGMAN, P. What’s new about the New Economic Geography. In Oxford Review of Economic Policy, 1998.

MALHOTRA, Naresh K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MANZO, A. J. Manual para la preparación de monografías: una guía para presentear informes y tesis. Buenos Aires: Humanistas, 1971.

MARSHALL, Alfred. Princípios de economia: tratado introdutório. São Paulo: Abril Cultural, v. I, 1982.

PETTIGREW, A.; WHIPP, R. Managing change for competitive success. Cambridge: Blackwell Publishers, 1993.

POLANCO, X. Infométrie et ingénierie de la connaissance, in J. M. Noyer (Ed.), Les sciences de l'information bibliométrie scientométrie infométrie, Rennes, Presses Universitaires de Rennes, 1995.

PORTER, A.L. How tech mining can enhance R&D management. Research Technology Management, 2007.

PORTER, M. E. A vantagem competitiva das nações. Campus. Rio de Janeiro, 1993.

PORTER, M. Competição: estratégias competitivas essenciais. 14. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

GUEDES, Vânia; BORSCHIVER, Suzana. Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. CINFORM – ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais... Salvador: ICI/UFBA, 2005.

QUARTUCCI, J. P; TEIXEIRA, F. L. C. Análise da competitividade do cluster de fertilizantes da região metropolitana de Salvador. Revista Desenbahia nº 9, 2008.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo de desenvolvimento econômico. São Paulo: Nova Cultural, 1997.

SCHMITZ, H. Eficiência coletiva e batalha individual no Vale dos Sinos. Revista Tecnicouro, v. 15, n. 8, jan. 1994.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. Florianópolis: LED/UFSC, 2005.

STEINLE, C.; SCHIELE, H. When do industries cluster? A proposal on how to assess na industry’s propensity to concentrate at a single region or nation. Steinle, C./ Schiele, H. Research Policy, Vol. 31, p. 849-858, 2002

THOMAS, G. A typology for the case study in social science following a review of definition, discourse and structure. Qualitative Inquiry, 17, 6, 511-521, 2011.

WAHEEDUZZAMAN, A. N. M. Competitiveness, Human Development and Inequality: A cross- national comparative inquiry. Competitiveness Review, Vol. 12, Nº 2, 2002.

YIN, R. K. - Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre, Bookman Companhia Editora, 3ª Ed., 2001.




e-ISSN 2175-8018


Creative Commons License
IJIE - Iberoamerican Journal of Industrial Engineering foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.


Iberoamerican Journal of Industrial Engineering. Universidade Federal de Santa Catarina. Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas. Florianópolis, SC, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial do IJIE, encaminhe um e-mail para periodico.ijie@gmail.com ou ijie@contato.ufsc.br