Análise ergonômica do trabalho no setor de metalurgia de uma indústria moveleira da grande Florianópolis

Folwe Valentin

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo elaborar propostas de melhoria para um Setor de Metalurgia, em uma indústria moveleira de pequeno porte localizada no estado de Santa Catarina, baseada na metodologia da Análise Ergonômica do Trabalho, a fim de favorecer as condições de saúde e de segurança dos trabalhadores. Nesse intuito, foram caracterizadas as Ferramentas Ergonômicas, as Regras de Configuração dos Espaços de Trabalho e a Análise Ergonômica, através da revisão de literatura com ênfase no uso da força muscular e no trabalho na forma estática. A coleta de informações e, a configuração das condições de trabalho e do ambiente físico ocorreram com entrevistas não estruturadas e observação sistemática das atividades. Com a aplicação posterior de questionários foi possível avaliar as demandas ergonômicas definidas como bancadas de trabalho inadequadas, iluminação deficiente e excesso de carga de trabalho por acúmulo de função que causam fadiga e desconforto nos trabalhadores e, assim, elaborar o caderno de recomendações destacando a necessidade de redução do trabalho estático e evidenciando como desenvolver cada sugestão de acordo com os princípios da ergonomia.

Palavras-chave


Ergonomia; Análise Ergonômica do Trabalho; Setor Moveleiro; Trabalho Estático

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHÃO, J I. Reestruturação Produtiva e Variabilidade do Trabalho: Uma Abordagem da Ergonomia. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 16, n. 1, Jan/Apr 2000. Disponível em: . Acesso em: 18 abril 2016.

ABRAHÃO, J I.; PINHO, D. L. M. Teoria e Prática ergonômica: seus limites e possibilidades. Revista Escola, Saúde e Trabalho: Estudos Psicológicos, Brasília, Universidade de Brasília, 1999.

ALEXANDRE R. N. da C. et al. Aplicação da análise ergonômica do trabalho em uma indústria do setor moveleiro. In: Encontro Nacional De Engenharia De Produção, 31., 2011, Belo Horizonte. Disponível em < http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2011_tn_sto_138_875_17910.pdf>. Acesso em 09 de maio de 2016.

ARRUDA, A. F. V.; JÚNIOR, R. L. de F. dos S.; GONTIJO, L. A. A análise ergonômica do trabalho como medida de prevenção da segurança e saúde do trabalho. Encontro Nacional de Engenharia de Produção, XXVII, Foz do Iguaçu, 2007.

BNDES. Panorama do setor moveleiro no Brasil, com ênfase na competitividade externa a partir do desenvolvimento da cadeia industrial de produtos sólidos de madeira. Brasília, 2013, 50 p. Disponível em < http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhecimento/bnset/set801.pdf>. Acesso em 05 de abril de 2016.

DEIMLING, M. F.; PESAMOSCA, D. Análise Ergonômica do Trabalho (AET) em uma empresa de confecções. Revista Íberoamericana de Engenharia Industrial, v.6, n.11, p.37, 2014.

FALCÃO, F. S. Métodos de avaliação biomecânica aplicados a postos de trabalho no pólo industrial de Manaus (AM): uma contribuição para o design ergonômico. 2007. 244 f. Dissertação (Mestrado). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Bauru, 2007.

GOMES, D. O.; GUIZZE C. L. C. Ergonomia em uma fábrica de móveis de pequeno porte: benefícios para a empresa e trabalhadores. In: Encontro Nacional De Engenharia De Produção, 35., 2015, Fortaleza.

GRANDJEAN, E. Lifnig the task to the man. Volume 4. London: Taylor e Francis. 1998.

GRANDJEAN, E.. Manual de Ergonomia: adaptando o trabalho ao homem. 4ed. Porto Alegre: Bookman. 1998. 338p.

HINTERHOLZ, B. Análise acerca da percepção sobre os riscos no trabalho com colaboradores de uma indústria moveleira da região oeste do Paraná. Medianeira, 2013. Disponível em < http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/1638/1/MD_ENSEG_%20IV_2011_05.pdf>. Acesso em 11 de maio de 2016.

IIDA, I.. Ergonomia: projeto e produção. 2ed. São Paulo: Edgard Blücher. 2005.

LAVILLE, A.. Ergonomia. São Paulo: Ed. Pedagógica Universitária. 99p. 1977.

MACIEL, Laura Lehn et al. Fabricação e Montagem de Móveis: uma análise ergonômica da organização do trabalho. In: Semana de Engenharia de Produção Sul Americana, 10., 2010, Santiago.

VILLAROUCO, V.; ANDRETO, L. F. M. Avaliando desempenho de espaços de trabalho sob o enfoque da ergonomia do ambiente construído. Produção. v.18, n.3, p. 523-539, set./dez., 2008.

WISNER, A. A inteligência no trabalho: textos selecionados de Ergonomia. São Paulo:Fundacentro, 1994.

WISNER, A. Por dentro do trabalho ergonomia: método e técnica. São Paulo:FTD/ Oboré, 1987.




e-ISSN 2175-8018


Creative Commons License
IJIE - Iberoamerican Journal of Industrial Engineering foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.


Iberoamerican Journal of Industrial Engineering. Universidade Federal de Santa Catarina. Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas. Florianópolis, SC, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial do IJIE, encaminhe um e-mail para periodico.ijie@gmail.com ou ijie@contato.ufsc.br