Loucura, pesquisa e formação em Psicologia: uma experiência em um CAPSII

Joyce Both, Marcos Adegas de Azambuja

Resumo


Este trabalho é resultado de uma experiência de cartografia vivenciada em um Centro de Atenção Psicossocial para adultos com problemas de saúde mental graves e persistentes (CAPS II). A pesquisa teve por objetivos cartografar a experiência subjetiva da loucura nas relações entre profissionais e usuários do serviço, problematizar essas relações com a loucura na constituição dos conceitos de saúde e saúde mental que circulam no serviço, além de discutir as práticas e os discursos do CAPS, articulados aos princípios e às políticas preconizados na reforma psiquiátrica e nas políticas de Saúde Mental. Estes objetivos foram construídos durante o percurso da pesquisa e, tanto os resultados discutidos quanto a organização do texto, baseiam-se na relação com os usuários e profissionais do serviço, bem como na constante devolução do processo de pesquisa com eles, visando realizar uma pesquisa com os sujeitos. Dentre os resultados aqui discutidos estão o lugar que o pesquisador pode ocupar durante a cartografia, os atravessamentos da experiência de pesquisa no processo de formação acadêmica e o distanciamento entre equipe e usuários no serviço.


Palavras-chave


Saúde mental; Cartografia; Reforma Psiquiátrica; Luta antimanicomial.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Departamento de Saúde Pública/Centro de Ciências da Saúde/UFSC

CEP: 88040-970

FLORIANÓPOLIS-SC

E-mail: cbsm.abrasme@gmail.com

Telefone: (48) 3721-9388
Fax: (48) 3721-9388

 

 

Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/ Brazilian Journal of Mental Health ISSN 1984-2147, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.