Duas visões do “Boi Leição”: uma experiência de crítica genética recíproca

Fernanda M. Alves Lourenço, William Franklin Hanes

Resumo


Mais do que analisar a tradução por meio de seu produto em publicação, é possível analisá-ladesde seu nascimento até a concretização da obra. E foi por meio deste viés que este trabalho pretendeuanalisar o processo criativo do tradutor, aliando a Crítica Genética aos Estudos Descritivos daTradução. Para isso, utilizou-se como dossiê genético os manuscritos traduzidos por Lourenço e Hanesdo conto “O Boi Leição”, e as entrevistas feitas com cada um. Através desse material, foram feitas asanálises numa tentativa de desvelar o processo de tomada de decisão dos tradutores, e assim entenderas suas dificuldades e as normas presentes em seu percurso tradutório. O processo revelou uma forteinfluência das expectativas hipotetizadas do público alvo, particularmente ao lidar com os desafiosdialetais e histórico-culturais apresentados pelo texto de partida.

Palavras-chave


Crítica Genética. Estudos Descritivos da Tradução. Contos tradicionais. Normas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


In-Traduções ISSN 2176-7904, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.