As iniciativas de economia solidária presentes em Santa Catarina: análise da microrregião do Alto Vale do Itajaí

Cris Palma, Anielle Gonçalves de Oliveira, Tatiane Aparecida Viega Vargas

Resumo


A economia solidária está presente em diversos empreendimentos no Alto Vale do Itajaí, em forma de associações e cooperativas, que buscam uma alternativa viável de colocação no mercado. Dentre os 28 municípios que compõem a região, 34 empreendimentos de economia solidária estão cadastrados na base de dados do Atlas Digital da Economia Solidária, distribuídos em 17 municípios. Diante desse cenário o presente artigo tem o objetivo de analisar as iniciativas econômicas que se enquadram no sistema de economia solidária, presentes na região do Alto Vale do Itajaí - SC, no período recente, bem como explorar qual o perfil dos participantes. Para realização da pesquisa utilizou-se a metodologia de pesquisa bibliográfica, para elaboração do referencial teórico e para obtenção de dados utilizou-se as informações do atlas Digital da Economia solidária. As principais conclusões do estudo foram que a economia solidária ainda é pouco difundida na região do Alto Vale do Itajaí, devido a isso torna-se pouco explorada, seja por parte da população, grupos sociais ou órgãos públicos o que dificulta o trabalho de divulgação e orientação, inibindo o desejo de empreender de forma alternativa. Muitos empreendimentos de economia solidária surgem da necessidade dos próprios sócios de obterem renda para subsistência ou complementação da pouca já existente ou ainda mediante alguma dificuldade enfrentada no cotidiano.


Palavras-chave


Economia Solidária; Santa Catarina; Alto Vale do Itajaí.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ATLAS DIGITAL DA ECONOMIA SOLIDÁRIA. Disponível em: . Acesso em: 13 set. 2016.

BRASIL, Participação em foco. Conselho Nacional de Economia Solidária. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2016.

BRASIL, Atlas. Atlas do desenvolvimento humano no Brasil 2013. Disponível em: Acesso em 22 dez. 2016

CONSELHO NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA. 1º Plano nacional de economia solidária (2015- 2019): para promover o direito de produzir e viver de forma associativa e sustentável. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades. Disponível em: . Acesso em: 22 dez. 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Estados: Santa Catarina. Disponível em: . Acesso em: 22 dez. 2016.

LEITE, Marcia de Paula. A Economia Solidária e o Trabalho Associativo: Teorias e realidade REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - VOL. 24 69, 2009.

MINISTÉRIO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL. Economia Solidária. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2016.

NASCIMENTO, Edson Ronaldo; Princípios da Economia Solidária. Esaf. Brasília/DF: 2006. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2016.

PONTES, Beatriz Maria Soares. A organização da unidade econômica camponesa: alguns aspectos do pensamento de Chayanov e de Marx. REVISTA NERA, n. 7, p. 35-47, 2006. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2017.

SCHIOCHET, Valmor; STOCK, Andrei. Organização Associativa da Agricultura Familiar no Território Rural do Alto Vale do Itajaí. Dinâmicas Socioeconômicas no Território – III SEDRES, Blumenau (SC) Disponível Em: . Acesso em 01 fev. 2017.

SCHIOCHET, Valmor. Institucionalização das Políticas Públicas de Economia Solidária: Breve trajetória e desafios. Economia solidária e Políticas Públicas. Disponível em: . Acesso em: 23 jun. 2016.

SILVA, Adelphino Teixeira da. Iniciação à economia. São Paulo: Atlas, 2000.

SINGER, Paul. Introdução a economia solidária. 1. ed. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2002. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2016.

SINGER, Paul. Dez anos de secretaria nacional de economia solidária (SENAES) Boletim mercado de trabalho: conjuntura e análise. n 56 fev 2014. Ipea. Disponível em: . Acesso em 06 jan. 2017.

SIES. ECOSOL. Atlas Digital da Economia Solidária. 2017. Disponível em: . Acesso em 05 jan. 2017.

VASCONCELLOS, Marco Antonio S.; GARCIA, Manuel E. Fundamentos de economia. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.