A Formação do Professor de Geografia na Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus Francisco Beltrão: Algumas Reflexões

Eduardo Donizeti Girotto, Najla Mehanna Mormul

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo apresentar algumas reflexões sobre a formação de professores de Geografia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Campus de Francisco Beltrão. Buscamos discutir sobre os principais desafios que envolvem esse processo, uma vez que entendemos que a formação de professores de Geografia ainda está restrita as disciplinas pedagógicas e, portanto, não é vista como parte de um projeto mais amplo que envolve todas as disciplinas do curso. Diante disso, propormo-nos a dialogar com licenciandos do curso visando entender, a partir das experiências vividas e desenvolvidas em sala de aulas, como eles entendem seus processos formativos, bem como os limites, possibilidades e contradições existentes neste projeto de formação de professores de Geografia. Entendemos que olhar a formação de professores é tentar aferir valor e significado a essa profissão, pois todo projeto de formação de professores deve dialogar com projetos mais amplos de educação e sociedade. No caso da formação de professores de Geografia, entendemos que a construção de uma visão geográfica do mundo deve estar relacionada ao entendimento de um projeto no qual homens e mulheres possam pensar e agir como sujeitos que estão implicados em seu tempo e em sua história.


Palavras-chave


Formação de Professores; Geografia; Processo Educativo.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSN 2359-1870