Currículo E Formação Do Enfermeiro: Desafios Das Universidades Na Atualidade

Ornella Padovani, Adriana Katia Corrêa

Resumo


Trata-se de revisão bibliográfica com objetivos de analisar como as universidades brasileiras têm enfrentado a adequação curricular em cursos de enfermagem e o uso de metodologias ativas para a formação profissional de enfermeiros, no período de 2004 a 2014. Foi desenvolvida no sítio da Biblioteca Virtual em Saúde - BVS, na base de dados da Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), utilizando-se o método integrado e os descritores em duplas: Educação superior e Currículo, Educação superior e Aprendizagem Baseada em Problemas, Educação superior e Enfermagem, Currículo e Aprendizagem Baseada em Problemas, Currículo e Enfermagem, Aprendizagem Baseada em Problemas e Enfermagem. Emergiram duas temáticas centrais de análise: 1) Reformulação Curricular e 2) Formação profissional do Enfermeiro. Conclui-se que há predomínio de estudos que enfatizam a reforma curricular dos cursos de enfermagem utilizando-se o modelo baseado em competências (aprender a aprender), a teoria dialética e a pedagogia crítico-reflexiva como bases teórico-filosóficas, além de lançarem mão de estratégias de ensino-aprendizagem como as metodologias ativas (Problematização e Aprendizagem Baseada em Problemas- ABP) no currículo; estudos que dão grande enfoque para a formação profissional do enfermeiro e uma lacuna em estudos sobre a formação docente, considerando as inovações curriculares vigentes.

Palavras-chave: Educação superior. Aprendizagem baseada em problemas. Currículo. Enfermagem.


Palavras-chave


Enfermagem; Educação superior;Currículo;Aprendizagem baseada em problemas

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.